Curso de Língua Portuguesa: Gramática Completa

Curso de Língua Portuguesa: Gramática Completa

Preparatório para provas e exames de Concursos Públicos, Vestibulares, Enem, OAB, Carreiras Militares e outras avaliações.

▪ 17,5 horas de vídeo sob demanda
▪ 2 artigos
▪ 1 eBook para download
▪ Acesso total vitalício
▪ Plataforma de ensino: Udemy
▪ Certificado de conclusão

17,5 horas de vídeo sob demanda

2 artigos

1 eBook para download

Acesso total vitalício

Plataforma de ensino: Udemy

Certificado de conclusão

Criado por: Prof. Ernani Pimentel

De: R$399,90 Por: R$99,90 (75% de Desconto!)

Compartilhe:

Descrição:

O curso online de Gramática Completa é prático e objetivo. Testado há anos em cursos preparatório para concursos e vestibulares com sucesso em aprovações comprovadas. O Curso está revisado e atualizado conforme a nova ortografia.

Você sabia?
Nas provas e avaliações a Língua Portuguesa representa a maior quantidade de questões erradas, implicando em uma nota baixa, pelo simples fato das pessoas não darem atenção e não se motivarem pelo estudo da Língua Portuguesa? Se você deseja se sobressair e estar à frente de seus concorrentes, é importantíssimo o estudo mais aprofundado da Língua Portuguesa, mesmo que este não represente os conhecimentos específicos da sua profissão e do cargo almejado.

Apresentação – Aula de Adjetivo

Grade do Curso
A grade curricular do curso de gramática é COMPLETA. São mais de 17h de aulas e você irá aprender passo a passo os seguintes tópicos:

Introdução à Gramática

Definição e visões de Gramática. Gramática Descritiva e Gramática Normativa
Divisões da Gramática: Fonética ou Fonologia, Morfologia e Sintaxe
Morfosintaxe e Semântica
Visão Semântico-morfossintática

Apresentação
Frase, palavra, sílaba, fonema e letra
Vogal como apoio de sílaba
Vogais orais e nasais
Semivogais
Consoantes. Semivogal “m”
Ditongo crescente, decrescente, oral, nasal
Tritongo oral e nasal
Hiato
Encontros consonantais
Dígrafo
Dífono
Passos para classificação de tritongo ≠ ditongo ≠ hiato ≠ iode
Divisão silábica
Translineação

Apresentação
Palavra, fonema, morfema, semantema, unidade mórfica, exófora, endófora
Radical e raiz
Família de palavras: primitivas, derivadas, cognatas
Radical e afixos: prefixos, sufixos, (infixos?)
Radical, tema, vogal temática, afixos, desinências
Exercícios
Exercícios gerais
Derivação: prefixal, sufixal, prefixal e sufixal, parassintética
Composição: justaposição, aglutinação
Hibridismo
Derivação regres., abrev., sigla, convers., (re)duplic., combin., intensific.
Exercícios
Síntese

Apresentação
Alfabeto da Língua Portuguesa
Uso da letras: “k, w, y”
Uso de dígrafos e consoantes finais
Uso das letras: “h”
Uso das letras: “s”
Uso das letras: “s” e “z”
Uso das letras: “z”
Uso das letras: “z” e “s”
Uso das letras: “s”
Uso das letras: “z”
Uso das letras: “ss”
Uso das letras: “ç” e “c”
Uso das letras: “x”
Uso das letras: “g”
Uso das letras: “j”
Compostos ≠ locuções
Hífen nos justapostos e encadeamentos vocabulares
Hífen nos topônimos e gentílicos
Hífen na Biologia e Zoologia
Hífen antes de “h”
Hífen: a-a, i-i, o-o
Hífen: “circum-” e “pan-“
Hífen: “rr” e “ss”
Hífen: “b-b”, “d-d”, “b-r” e “d-r”
Hífen: “além-“, “aquém-“, “recém-“, “sem-” e “bem-“
Hífen: “ex-“, “vice”, “vizo”, “soto”, “sota”, “pós” e “pré”
Hífen: “-açu”, “-guaçu” e “-mirim”
Sem hífen
Hífen repetido e fixação
Uso dos porquês
Mau/mal
Onde/aonde
Acentuação gráfica – monossílabos tônicos e oxítonos
Acentuação gráfica – paroxítonos
Acentuação gráfica – proparoxítonos
Acentuação gráfica – éi(s), ói(s), éu(s)
Acentuação gráfica – i/u em hiato
Acentuação gráfica – gue, gui, que, qui
Acentuação gráfica – terminação verbal “eem”
Acentuação gráfica – verbos ter e vir e derivados
Acentuação gráfica – “pôr”, “pôde”, “fôrma”, “amámos”, “dêmos”

Apresentação
Definição de substantivo. Diferença entre concreto e abstrato
Substantivo próprio e comum
Substantivo coletivo
Substantivo: flexão de gênero, número e grau
Flexão de gênero: masculino, feminino, comum de dois, sobrecomum e epicieno
Formação do substantivo feminino
Feminino dos substantivos terminados em “or”
Feminino em “essa”, “esa”, “isa”
Feminino dos substantivos terminados em “ão”
Número do substantivo: pluralia tantum e plural com mudança de sentido
Número do substantivo: plural dos terminados em vogal ou ditongo
Número do substantivo: plural dos terminados em “r”, “z”
Número do substantivo: plural dos terminados em “il”
Número do substantivo: plural dos terminados em “al”, “el”, “ol”, “ul”
Número do substantivo: plural dos terminados em “ão”
Número do substantivo: plural dos terminados em “s”
Número do substantivo: plural dos diminutivos
Plural e feminino com metafonia
Graus do substantivo: normal, aumentativo, diminutivo. (Afetividade, desprezo)
Plural dos substantivos compostos ligados por hífen (verbo + substantivo)
Plural dos subst. compostos ligados por hífen (substantivo, adjetivo, numeral)
Plural dos subst. compostos ligados por hífen (tipo, semelhança, finalidade)
Plural dos substantivos compostos ligados por hífen (com palavra invariável)
Plural dos subst compostos ligados por hífen (onomatopeias e palavras repetidas)
Plural das locuções e frases nominalizadas

Apresentação
Artigo: definição e classificação
Artigo: generalização e especificação
Artigo: pessoa célebre, histórica, distante
Artigo com pronomes de tratamento
Artigo com “casa” e “terra”
Artigo: substantivador

Apresentação
Adjetivo e locução adjetiva
Adjetivo restritivo e explicativo
Sintaxe e classificação morfológica
Flexão de gênero: adjetivos biforme e uniforme
Adjetivo simples: flexão de número
Fixação e exceções
Adjetivo composto com substantivo: flexão de número
Adjetivo: grau comparativo
Adjetivo: grau superlativo
Grau Superlativo: Absoluto e Relativo e fixação
Adjetivos eruditos
Locuções adjetivas X adjetivos eruditos

Apresentação
Definição
Pronome substantivo # pronome adjetivo
Pronome pessoal: reto e oblíquo
Uso dos pronomes oblíquos tônicos e átonos
r, s, z + o= lo; nos+o= no-lo; vos+o= vo-lo
Combinação de pronomes oblíquos: me+o=mo; lhe+o=lho…
Uso dos pronomes retos
Consigo: pronomes de mesma pessoa
Uso dos pronomes oblíquos
Pronomes de tratamento ≠ pronome pessoal
Pronomes de tratamento: Você
Pronomes de tratamento: Senhor, Senhora
Pronomes de tratamento: Vossa Senhoria
Pronomes de tratamento: Vossa Excelência
Pronomes de tratamento: Vossa Magnificência
Pronomes de tratamento: Vossa Reverendíssima
Pronomes de tratamento: Vossa Excelência Reverendíssima
Pronomes de tratamento: Vossa Paternidade
Pronomes de tratamento: Vossa Eminência
Pronomes de tratamento: Vossa Santidade
Pronomes de tratamento: Vossa Alteza
Pronomes de tratamento: Vossa Majestade
Pronomes de tratamento: Vossa, Sua
Pronome demonstrativo no espaço – Dêitico
Pronome demonstrativo no tempo
Pronome demonstrativo – definição
Pronome demonstrativo no texto – Anáfora e Catáfora
Pronomes demonstrativos (mesmo, próprio, tal, semelhante)
Pronome demonstrativo “o”
Pronome relativo
Pronome relativo: funções
Pronome Interrogativo
Pronome oblíquo como possessivo
Pronome indefinido

Apresentação
Definição de numeral. Numeral substantivo e numeral adjetivo
Classificação: cardinal, ordinal, fracionário, multiplicativo
Leitura de Cardinais
Fixação
Papas, soberanos, obras artístico-literárias, leis, decretos, portarias
Dias do mês
Páginas, folhas, locais

Apresentação
Definição
Estrutura dos verbos: conjugações
Desinências de número e pessoa
Quadro de desinências número-pessoais
Modos verbais
Tempos verbais: presente, pretérito e futuro
Quadro de desinências modo-temporais e número-pessoais
Quadro de desinências modo-temporais
Vozes verbais: ativa e passiva
Voz ativa e passiva: estrutura e mudança
Voz Passiva e passividade
Voz Passiva analítica e sintética
Passagem da voz ativa para a voz passiva sintética
Voz ativa com sujeito indeterminado
Voz reflexiva
Vozes reflexiva e recíproca
Aspectos verbais
Verbos causativos e sensitivos
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: infinitivo impessoal e indicativo presente
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: indic. pretérito imperfeito
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: indic. pretérito perfeito
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: indic. pret. + que perfeito
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: indic. futuro do presente
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: indic. futuro do pretérito
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: subjuntivo presente
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: subj. pretérito imperfeito
Paradigma de 3 conjugações regulares – tempos simples: subjuntivo futuro
Paradigma de 3 conjugações regulares – modo imperativo afirmativo
Paradigma de 3 conjugações regulares – modo imperativo negativo
Correlação de tempos ou consecutio temporum
Formas nominais do verbo: infinitivo, gerúndio, particípio
Fixação das formas nominais
Treino auditivo: escanção do infinitivo, gerúndio e particípio das 3 conjugações
Fixação Infinitivo Impessoal
Fixação do infinitivo pessoal
Fixação do gerúndio
Fixação Particípio
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – presente
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – pretérito imperfeito
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – pretérito perfeito
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – pretérito + que perf.
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – futuro do presente
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: indicativo – futuro do pretérito
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: subjuntivo – presente
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: subjuntivo – pretérito imperfeito
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: subjuntivo – futuro
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: imperativo afirmativo
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: imperativo negativo
Escanção dos verbos ter, haver, ser e estar: formas nominais
Ter, haver, ser e estar: verbos auxiliares
Paradigma das três conjugações regulares – tempos compostos
Paradigma da voz passiva: indicativo – presente, pretérito imperfeito e fixação
Paradigma da voz passiva: indicativo – pretérito perfeito
Paradigma da voz passiva: indicativo – mais que perfeito
Paradigma da voz passiva: indicativo – futuro do presente
Paradigma da voz passiva: indicativo – futuro do pretérito
Paradigma da voz passiva: subjuntivo – presente e pretérito imperfeito
Paradigma da voz passiva: subjuntivo – pretérito perfeito e mais que perfeito
Paradigma da voz passiva: subjuntivo – futuro com auxiliar simples e composto
Paradigma da voz passiva: Infinitivo impessoal e pessoal (presente e pretérito)
Paradigma da voz passiva: gerúndio (presente e pretérito) e particípio
Voz passiva: aspectos semânticos
Formas rizotônicas e arrizotônicas
Locução verbal
Formação dos tempos e modos: derivados do presente do indicativo
Formação dos tempos e modos: derivados dos presentes do indicativo e do subjuntivo
Formação dos tempos e modos: derivados do pretérito perfeito
Formação dos tempos e modos: derivados do Infinitivo Impessoal
Verbo quanto ao modelo de conjugação: regular e irregular
Metafonia
Verbos anômalos
Verbos impessoais e unipessoais
Verbos defectivos e abundantes
Revisão e fixação
Verbo pronominal e voz reflexiva
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo presente
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo pretérito perfeito
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo pretérito imperfeito
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo pret. + que perfeito
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo futuro do presente
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: indicativo fut. do pretérito e fixação
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: subjuntivo presente
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: subjuntivo pretérito imperfeito
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: subjuntivo futuro e fixação
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: imperativos afirmativo e negativo
Paradigma de conjugação pronominal e reflexiva: infinitivos, gerúndio e particípio
Classificação do verbo quanto à função: principal e auxiliar
Uso dos particípios: regular e irregular
Orientação de como estão os verbos no e-book

Apresentação
Definição de advérbio
Advérbio: satélite de satélite
Semântica do advérbio
Semântica do advérbio interrogativo
Locução Adverbial e Prepositiva

Apresentação
Preposição: definição e semântica
Preposições essenciais e locução prepositiva
Preposição e semântica
Preposições acidentais
Preposições: combinação e contração
Preposição x conjunção

Apresentação
Definição, coordenativas e subordinativas
Fixação
Conjunções coordenativas: aditivas, adversativas
Conjunções coordenativas: alternativas, conclusivas, explicativas
Fixação
Conjunções subordinativas adverbiais: causais, concessivas, condicionais
Conjunções subordinativas adverbiais: conformativas, finais, consecutivas
Conjunções subordinativas adverbiais: temporais, comparativas, proporcionais
Conjunção integrante
Fixação
Sinopse

Interjeição

Apresentação
Definição de Semântica. Denotação e conotação
Homo, paro, hetero, sin, ant + ônimos

Apresentação
Concordância do artigo, pronome, numeral e adjetivo com o núcleo substantivo
Adjetivo (adjunto) posposto e anteposto a mais de um núcleo substantivo
1. Adjet. (pred.), ligado a mais de um núcleo substantivo; 2. com pron. Subst.
Mesmo, Anexo, bastante, incluso, junto, leso, meio, pouco, próprio, só, dado…
Pronomes, adjetivos e numerais ≠ advérbios
Adjuntos de dois ou mais substantivos próprios personativos
Dois ou mais adjetivos para um único substantivo ou pronome
Um ou outro, um e outro, nem um nem outro/tal… qual…
Menos, pseudo e alerta/monstro/o… possível
É bom…, É proibido…, É necessário…
A olhos vistos
Nós = eu
Vós = tu
São e Santo

Apresentação
Posição de sujeito e verbo
Sujeito composto anteposto
Sujeito com pessoas diferentes
Sujeito composto posposto
Sujeito com aposto resumitivo
Sujeito com núcleos sinônimos ou quase
Sujeito com núcleos em gradação
Sujeito com núcleos ligados por “ou” aditivo/inclusivo
Sujeito com “ou” retificativo
Sujeito com “ou” exclusivo/equivalente
Sujeitos com “nem” concomitante
Sujeito com núcleos ligados por “com”
Não só … mas também; tanto … quanto…
Mais de um, mais de dois, mais de três
Um e outro, nem um nem outro
Um ou outro
Sujeito “que”
Sujeito “quem”
Sujeito “um dos … que”
Sujeito “quais de vós”, “quantos de nós”
Sujeito “qual de nós”, “nenhum de nós”
A maioria de… Grande parte de… Um enxame de…
Cada… Nenhum… Qualquer…
Um por cento… Vinte por cento…
Cerca de… Perto de… Obra de… + numeral
Sujeito plural aparente
Haja vista ou hajam vista
Aluga-se casa, alugam-se casas
Gosta-se de bebida, gosta-se de bebidas
Vossa Senhoria está… Vossas Senhorias estão…
Dar, bater, soar…
Sujeito composto com ideia única
Sujeito oracional
Parecem sorrir ou parece sorrirem
Verbos impessoais: estar, fazer, haver, passar, ir
Concordância do verbo “ser”: em pergunta
Concordância do verbo “ser”: com pronome demonstrativo ou indefinido
Concordância do verbo “ser”: com pronome pessoal
Concordância do verbo “ser”: com preço, peso, medida, quantidade
Concordância do verbo “ser”: com distância, data, hora
Concordância do verbo “ser”: com substantivo comum
Concordância do verbo “ser”: com referência a ser humano
Concordância do verbo “ser”: com “é que”
Concordância do verbo “ser”: em “era uma vez”

Apresentação
Regência verbal: conceito
Transitividade e Intransitividade Verbal
Regência dos Verbos Mais Solicitados – AGRADAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – ANSIAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – ASPIRAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – ASSISTIR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – CHAMAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – CHEGAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – CUSTAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – ESQUECER
Regência dos Verbos Mais Solicitados – IMPLICAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – IR/VIR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – LEMBRAR/AVISAR/PREVENIR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – MORAR/RESIDIR/SITUAR-SE/ESTABELECER
Regência dos Verbos Mais Solicitados – NAMORAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – OBEDECER/DESOBEDECER/SUCEDER/OBSTAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – PAGAR/PERDOAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – PREFERIR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – PRESIDIR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – QUERER
Regência dos Verbos Mais Solicitados – RESPONDER
Regência dos Verbos Mais Solicitados – VISAR
Regência dos Verbos Mais Solicitados – Isto é para… eu/mim
“Está na hora de a onça beber água.”
Regência dos Verbos Mais Solicitados – PEDIR para QUE
“Não disse o em que acreditava.”
TENHO de FAZER… TENHO que FAZER
ONDE/AONDE
Sintaxe do verbo HAVER
Uso de “o” ou “lhe”
Verbos em Partilha de Objeto
Pronome relativo como objeto ou adjunto

Apresentação
Regência nominal – conceito
Regência nominal – um regido para mais de um regente
“Éramos em cinco” ou “Éramos cinco”?
Regência nominal – regido como oração subordinada – conjunção elíptica

Apresentação
Colocação ou topologia pronominal: próclise, mesóclise, ênclise
PRÓCLISE com negação ou advérbio
PRÓCLISE com pronome relativo
PRÓCLISE com pronome indefinido ou “ambos”
PRÓCLISE com pronome demonstrativo ou conjunção subordinativa
PRÓCLISE em frases exclamativas, interrogativas e optativas
PRÓCLISE com “em + gerúndio”, com pronomes retos e de tratamento
PRÓCLISE FACULTATIVA com sujeito expresso
MESÓCLISE
MESÓCLISE PROIBIDA ou FACULTATIVA
ÊNCLISE com verbo inicial
ÊNCLISE com imperativo afirmativo
ÊNCLISE com infinitivo
Oblíquo em relação ao infinitivo
Oblíquo em locução verbal
Oblíquo em tempo composto ou locução

Apresentação
Crase, regência, preposição + artigo ou pronome
Crase com artigo e pron. Demonstrativo
Método prático
Crase em locuções prepositivas, conjuntivas e adverbiais
Crase com topônimos e no século XIX
Crase com distância
Crase com horas
Cuja(s) sem crase
…à qual… às quais / …à que…, às que…
Casa, sem crase
Terra, com crase
Crase após “até”
Crase com possessivo
Crase com antropônimos
Crase, com masculino
Crase antes de verbo
Crase antes de pronome pessoal
Crase antes de pronome de tratamento
Crase antes de indefinido
Crase com palavras repetidas
Crase antes de pronome demonstrativo
Crase: “a” sem “s” antes de plural
Crase em paralelismo
Crase em “cheirar a…”
HÁ ≠ A

Apresentação
Oração em ordem direta
Adjunto adverbial deslocado ou não
Vírgula, dentro de oração
Vírgula em predicativo
Vírgula em adjunto adverbial deslocado
Vírgula em objeto pleonástico
Vírgula em conjunção deslocada
Vírgula em aposto e vocativo
Vírgula para verbo subentendido
Vírgula em expressões intercaladas ou deslocadas
Vírgula entre orações e antes do “e”
Vírgula em oração adjetiva explicativa e em oração intercalada
Uso de dois-pontos
Uso de ponto e vírgula
Uso de reticências
Uso de travessão
Uso de aspas duplas
Uso de aspas simples

Palavras do professor

Método
O curso encaminha e direciona aos conhecimentos necessários para promover o aproveitamento máximo do aluno em seus exames e provas. Com a construção do aprendizado por compreensão dos fatos linguísticos, o tempo de estudo é menor pois o aprendizado é definitivo, como define o professor Ernani. O método de ensino deste curso já ajudou mais de 600 mil alunos a alcançarem sua aprovação, portanto, a realizarem seus objetivos.

Metodologia inovadora

Aprendizagem autônoma

Absorção do uso da Norma Culta ou Padrão

Mais de 3.400 exercícios de concurso

Atualizado com a nova ortografia

Construção de raciocínio organizado e claro

Demonstração fácil das estruturas linguísticas

Certificado de conclusão

Para quem este curso é indicado?
Interessados em realizar prova de Vestibulares
Interessados em realizar prova do Enem
Interessados em realizar provas de Concursos Públicos de nível médio e superior
Interessados em realizar vestibular em faculdades e universidades
Interessados em realizar prova para Carreiras Militares
Interessados em realizar o exame da OAB
Interessados em realizar a prova do PAS
Interessados em realizar qualquer provas/avaliações/exames em que se exige conhecimento em língua portuguesa
Aprimoramento/reciclagem dos conhecimentos para professores e profissionais liberais

Um pouco sobre o professor
Ex-seminarista, gramático, com formação em Língua Portuguesa, Latim, e Linguística pela USP. Sua metodologia didática foi desenvolvida a partir de minuciosa pesquisa e “fichamento” de mais de quarenta gramáticos existentes na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo. Comparou, definição por definição, capítulo por capítulo, os referidos autores, levantando divergências e analisando-as à luz das estruturas linguísticas do Latim e do Português.

Conhecimento profundo da Língua Portuguesa, grande experiência em sala de aula, presencial e online, didática inovadora.

Conheça minha biografia completa acessando o endereço abaixo:

Minha Biografia

Aviso: Após apertar no botão “COMPRAR” você será encaminhado para a página de apresentação do curso na plataforma de ensino Udemy, lá é onde você fará o processo de pagamento e assistirá as aulas.

Conheça também:

Curso de Língua Portuguesa: Analise Sintática Visual

O curso online de Análise Sintática Visual ensina ao aluno observar como as palavras atuam nas frases, provocando significados específicos e distintos em cada função que exercem. Ensina a ler bem e a escrever com clareza e segurança…

Curso de Língua Portuguesa: Intelecção e Interpretação de Textos

O curso online de Intelecção e Interpretação de Textos expõe e treina, em linguagem clara e sucinta, de conceitos como Linguagem, Língua, Fala, Tipos de Signo, Elementos da Comunicação, Funções da Linguagem, Prosa, Poema, Poesia, Sincronia…

Todos os nossos cursos possuem certificado de conclusão pela plataforma Udemy® e ou Hotmart®. Essenciais para suas atividades complementares da faculdade. Você também pode optar por imprimir e coloca-lo em sua parede!

As nossas plataformas de ensino são 100% seguras e utilizam sistema de criptografia de dados. Você também conta com a garantia do reembolso. Sua satisfação ou seu dinheiro de volta.